Salame de alfarroba

Salame de alfarroba

O salame é daqueles sabores da minha infância. Sabe-me a festas de anos de família, lembra-me cenários de casas cheias de primos e tios, faz-me viajar até ao passado! Há já algum tempo que andava com a ideia de experimentar veganizar a receita original. Que a alfarroba era um excelente substituto do chocolate, já o sabia, mas conseguir um ingrediente que fizesse a função do ovo – a de ligar a massa – sem ter que investir numa maior quantidade de manteiga, já me custava um pouco mais a crer. De qualquer modo decidi arriscar e fiz uma versão com alfarroba e côco para levar para o trabalho. A receita fez um mega sucesso, todos apreciaram e nem deram conta de que se tratava de um salame vegan, só no final quando eu mencionei. Estou certa de que os elogios não foram somente para me fazer o favor pois aquela malta é boa apreciadora de comida e no que toca a doces – principalmente – não poupa ninguém. Fiquei super contente!

Ingredientes

– 200g de bolacha maria integral partida ou de amêndoa torrada grosseiramente triturada
– 100g de tâmaras descaroçadas
– 3 colheres de sopa de óleo de côco
– 6 colheres de sopa de côco ralado
– 1/2 de chávena de leite vegetal
– 1/2 cálice de Vinho do Porto
– 100g de farinha de alfarroba
– côco para enrolar

Como se faz o salame de alfarroba?

1. Demolham-se as tâmaras no leite vegetal (cerca de 30 min.). Junta-se o óleo de côco e o Vinho do Porto e bate-se num processador até se obter uma pasta.

2. Acrescenta-se o côco e a farinha de alfarroba e mexe-se novamente tudo.

3. Juntam-se as bolachas ou amêndoas, amassa-se tudo muito bem até formar uma pasta, depois, com a ajuda das mãos molda-se o rolo.

4. Polvilha-se uma folha de papel de alumínio com côco e enrola-se o salame. Fecha-se e coloca-se no congelador cerca de 2h antes de servir.

Vai uma dica?

Pode-se fazer a receita sem usar Vinho do Porto, neste caso tem de se aumentar um pouco a quantidade de leite vegetal (cerca de + 1/4 chávena).

voltar



2 comentários em “Salame de alfarroba”

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *