© 2015 Receita para tudo matapa

Matapa

A Matapa inaugura a colecção de receitas com sabores africanos com que vos vou brindar nos próximos tempos. Se em Roma sê romano, em Moçambique sê moçambicano e ser moçambicano, neste caso, é ser apreciador de uma boa Matapa. Eu, que não sou romana nem moçambicana, gosto tanto deste prato que decidi aventurar-me a fazê-lo. Pedi à Melita do Tofo-Tofo – um restaurante aqui no Tofo onde se come a melhor Matapa – a receita, comprei os ingredientes e pus mãos à obra. A Matapa é o nome que se dá aqui à folha da mandioca. Ora esta Matapa consiste, portanto, numa forma de cozinhar a folha da mandioca – com leite de côco, amendoim pilado, tomate e cebola – que pode ser comida assim mesmo, uma versão vegetariana, ou pode levar peixe e/ou marisco. Aqui na região de Inhambane a Matapa típica é a de caranguejo. A nossa, claro está, é a versão vegetariana. Sendo certo que em Portugal não há folha de mandioca pode-se fazer a receita com folha de couve ou com folha de agrião (sem talos). A farinha de amendoim também se pode fazer em casa: com amendoins cozidos moídos. Penso que estas nuances vão alterar mas não deturpar a receita original. Tenho a certeza que uma Matapa à portuguesa deverá ficar igualmente deliciosa. Experimentem e depois passem cá para comentar!

Ingredientes

Para a Matapa:
– 1 copo de matapa ou couve pilada/triturada com 4 dentes de alho
– leite de 2 côcos ou 1l de leite de côco de compra
– 2 copos de farinha de amendoim
– 1 cebola picada + 2 tomates picados e pilados num almofariz

Para o leite de côco (caso se faça caseiro):
– 2 côcos ralados (= 1 malga bem cheia)
– 750 ml de água morna

Como se faz a Matapa?

1. Coloca-se a matapa numa panela com água e leva-se a cozinhar até a água desaparecer totalmente. A matapa tem de ficar bem sequinha. Este processo pode demorar entre 45 a 60 min. Reserva-se.

2. Faz-se o leite de côco: ralam-se os côcos – ou usa-se côco já ralado – para um recipiente, junta-se 250ml de água morna e, com as duas mãos, espreme-se bem o côco juntamente com a água durante alguns segundos por forma a extraír o máximo conteúdo do côco para a água. Coa-se, com um pano fino, para outro recipiente. Volta-se a colocar o côco ralado, e já coado uma vez, no primeiro recipiente e acrescentam-se mais 500ml de água morna. Repete-se o processo e coa-se novamente para junto do primeiro leite coado e temos o nosso leite de côco feito de forma artesanal. Salta-se este passo se se usar leite de côco de compra.

3. Faz-se o preparado de amendoim e côco: retira-se um pouco de leite de côco para outro recipiente (cerca de 1/3) e junta-se a farinha de amendoim aos poucos mexendo muito bem para diluír. Coa-se para dentro do nosso leite de côco e mexe-se. Retira-se a restante quantidade da farinha de amendoim que ficou no passador e volta-se a colocar no primeiro recipiente, juntando agora um pouco de água (+/-250ml) e mexendo novamente para continuar a diluir o bolo de farinha que ainda resta. Coa-se esta mistura novamente para dentro do leite de côco. Pode-se coar uma vez mais a farinha de amendoim com a mesma quantidade de água ou não. O objectivo deste processo é não deixar o prato muito denso da farinha de amendoim, mas desperdiçando o mínimo possível, por isso eu diria que se o bolo de amendoim coado 2 vezes ainda for significativo em termos de quantidade, deve-se coar uma vez mais, se não for despreza-se a restante farinha. Por fim mexe-se bem a mistura de leite de côco e amendoim, acrescenta-se o tomate e a cebola e leva-se a ferver, em lume brando, mexendo sempre para não colar ao fundo do tacho (cerca de 30 min.).

3. Acrescenta-se a matapa e leva-se novamente ao lume – brando – para apurar, mexendo sempre. A Matapa vai engrossar e adquirir textura. Este processo demora cerca de 1/2h. A Matapa pode ter uma textura mais cremosa ou mais líquida consoante o gosto de quem a prepara. Combina com arroz ou xima.

voltar

6 Comentários

  1. Angelina
    Posted 18 de Março de 2016 at 03:33 | #

    Gostei bastante da receita é tudo uma delicia mesmo

    • Receita para tudo
      Posted 8 de Dezembro de 2016 at 20:39 | #

      Grata Angelina. 🙂

  2. Cristina Monteiro
    Posted 11 de Abril de 2016 at 18:12 | #

    Aprende muito com a receita

    • Receita para tudo
      Posted 17 de Maio de 2016 at 19:56 | #

      Que bom, fico contente. Obrigada Cristiana!

  3. Joao Cruz
    Posted 15 de Outubro de 2018 at 17:45 | #

    Boa noite.
    Curiosamente comi este maravilhoso prato no tofo, numa semana que la passei e se não estou em erro no restaurante por ti citado, que fazia parte de um parque com bungalows.
    Parabens e obrigado pela partilha

    • Receita para tudo
      Posted 16 de Outubro de 2018 at 11:17 | #

      Que coincidência engraçada João e desde já obrigada pela partilha!

Comentar esta receita

O email nunca é publicado ou partilhado. É obrigatório o preenchimento dos campos marcados por um *

*
*
Top blogs de receitas
24Kitchen.pt recomenda este blog
Follow